Vereador de Salvador saí em defesa do projeto “Escola Sem Partido”

Em Brasília, a deputada federal Alice Portugal (PCdoB) expressou um posicionamento contrario ao projeto “Escola Sem Partido”, já em Salvador, o vereador Alexandre Aleluia (DEM) posicionou-se favorável ao projeto.

Foto: Reprodução da internet

A Deputada Federal em um plenário ocorrido na terça-feira, dia 13/11, afirma que o projeto é inconstitucional e que fere o regimento interno. Não somente a deputada Alice Portugal, como outros deputados posicionaram-se contrários a continuação da sessão. “Não há liberdade de acesso a esta comissão”, disse Alice Portugal logo após o começo. Isso é devido a não transmissão desde o inicio da sessão.

No ambiente também foi citado o poeta Castro Alves. O feito ocorreu durante a fala do deputado Bacelar, quando o mesmo saiu em defesa dos professores.

Porém, o vereador de Salvador discordou da tese dita pela Deputada Federal, afirmando que: “enquanto o mundo inteiro busca tecnologia e incentivar alunos a empreender com criatividade e raciocínio lógico, a grande bandeira da esquerda para a nossa educação é falar de ideologia de gênero e fazer das escolas uma divisão de base de partidos comunistas”.

Logo após o vereador continuou afirmando: “Queremos mais ciências, português e matemática e menos ciranda política para os nossos jovens. A esquerda acusa o projeto de ser ‘inconstitucional’. Um mero cartaz que mostra os direitos dos alunos é inconstitucional para eles? O Escola Sem Partido é uma necessidade. O último Enem deixou tudo isso muito claro. Chega de doutrinação ideológica comunista nas salas de aula”

Alexandre Aleluia foi o precursor do projeto “Escola Sem Partido” em Salvador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *