Morre jovem agredido na escola em Belo Horizonte

Foto:~Reprodução/G1

O adolescente Luiz Felipe Siqueira de Sousa, de 17 anos, que havia sido internado no Hospital João XXIII após ter sido espancado no Instituto de Educação de Minas Gerais, morreu na manhã desta terça-feira (20). O principal suspeito da agressão, um rapaz de 18 anos, está preso de forma preventiva. Segundo a Secretaria de Estado de Educação, o corpo será velado em Minas Novas, onde o jovem cresceu, e enterrado em Turmalina, cidade do Vale do Jequitinhonha onde está enterrado o corpo da mãe de Luiz, que morreu quando ele tinha apenas 3 anos.

O crime ocorreu na última quarta-feira, dia 14/11. Segundo o relato da tia do garoto, o motivo da morte de Luiz Felipe foi causado por um drible enquanto jogava futebol.

Testemunhas disseram que o adolescente de 17 anos foi atingido de costas com um chute na cabeça. A gravação mostra o momento em que ele é jogado da escada, batendo a cabeça em uma mureta. Hudson aparece nas imagens ajudando a carregar o colega com outros estudantes. Depois, ele se afasta.

Segundo a polícia, a vítima teve traumatismo craniano, com múltiplas fraturas na cabeça e foi submetido a cirurgias.

O socorro foi prestado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Luiz Felipe foi entubado e levado inconsciente para o Hospital de Pronto-Socorro XXIII, onde ficou no Centro de Terapia Intensiva (CTI).

O rapaz preso por agredir Luiz Felipe tinha um histórico de atos violentos dentro do Instituto de Educação. Segundo um documento assinado pela diretora da escola, Alexandra Aparecida Morais, e endereçado à Justiça, o aluno “sempre apresentou comportamento agressivo com seus colegas em ambiente escolar. Tem dificuldades de obedecer a regras e normas estabelecidas pela escola. Havendo, como provas, vários registros do seu comportamento durante os anos em que esteve presente no IEMG até o momento atual”. O documento pedia que o suspeito não fosse solto, em nome da segurança dos alunos que testemunharam o crime

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *