Eleições do CREF-13/BA

Após aproximadamente dez anos na gestão, tendo vencido as duas últimas eleições sem oponentes, finalmente a atual gestão do CREF13/Bahia terá um confronto direto. A Chapa “Renovação”, composta por Profissionais de Educação Física bastante populares no ramo desportivo, realizou hoje (20/07) a inscrição para concorrer à eleição do CREF (2019/2021) com o objetivo de fazer uma gestão diferente, buscando melhorias nos mais diversos setores emergenciais, principalmente aumentando a fiscalização no interior do Estado, que tem 417 municípios e atualmente a grande maioria está desassistida pelo CREF.

“Vamos fazer um trabalho de descentralização na fiscalização, aumentando o número de fiscais e dividindo o trabalho por regiões. A Bahia é muito grande, portanto é fundamental que exista um planejamento estratégico, pois não é justo que algumas cidades sejam assistidas e outras não”, afirmou o Profissional de Educação Física, Ari Souza, um dos componentes da chapa, que guarda no currículo inúmeras experiências administrativas no esporte, tanto no ramo público quanto privado.

Além de Ari, mais treze Profissionais de Educação Física estão compondo a Chapa “Renovação”(02), são eles: Danilo Santos, Deyvis Rodrigues, Neuber Bonfim, Assis Dos Santos, Rogério Gonçalves, Odilon Goés, Fernando Ximenes, Édina Araújo, Ivan Borges, Ilma Costa, Adolfo Loureiro, Tuti Diego e Edvaldo Paulo.

Já na chapa Ação & Transparência(01), são quatorze integrantes: Alexandre Souza, Álvaro Oliveira, Antônio Negreiro, Carlos Borges, Deneilson Nobre, Herval Filho,Luiz Tourinho, Marcus Brito, Patricia Britto, Paulo César Lima, Paulo Fernandes, Ricardo Mendes, Ricardo Silva e Wilson Brito Filho.

As principais propostas da chapa 02 são: Auditoria Geral, Enxugar a máquina administrativa através da diminuição de custos; Promover a aproximação com o interior do Estado; REFIS- Oportunizar a adesão ao programa e etc.

Em contrapartida, a chapa 01 oferece as propostas: Implantar sistema de parcelamento da anuidade; Maximizar a eficiência na gestão dos recursos; Massificar a utilização do SITE do CREF, como ferramenta institucional; Ampliar o número de convênios para os profissionais; Sistematizar os processos de auditorias internas e externas; Ampliar a oferta de cursos gratuitos no Interior e na Capital, atendendo as demandas dos Licenciados e Bacharéis entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *