Morre cineasta italiano Bernardo Bertolucci

Nesta segunda-feira (26), o cineasta italiano Bernardo Bertulucci, 77 anos, faleceu. O diretor de filmes como “O último tango em Paris”, Bernardo era considerado o último grande mestre do cinema italiano. De acordo com a imprensa italiana, ele estava em casa, em Roma, mas a causa da morte não foi revelada. O jornal “Corriere Della Sera” cita “uma longa doença”.

Bernardo liderou obras-primas como “Antes da revolução” (1964), “1900” (1976), “O conformista” (1970) e ganhou o Oscar de melhor diretor pela cinebiografia “O Último Imperador” (1987).

Em maio de 2011, ele recebeu uma Palma de Honra, no Festival de Cannes, pelo conjunto de sua obra.

O diretor foi alvo de críticas após vir à tona um vídeo em que admitiu ter filmado uma cena de sexo não consentida em “O último tango em Paris”.

Além de filmes de ficção, Bertolucci dirigiu documentários. Iniciou a carreira artística como poeta e também se destacou como roteirista. Assinou, por exemplo, “Era uma vez no oeste” (1968), de Sergio Leone.

Ele era casado desde 1978 com Clare Peploe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *