MP-BA fiscalizou Unidades de Saúde

Unidades de Saúde da Bahia foram fiscalizadas pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA), e foram encontradas diversas irregularidades.

Como a ausência de equipes médicas e medicamentos. O caso mais grave foi em Santo Antônio de Jesus, registrado pela promotora de Justiça Aline Cotrim, onde uma unidade de saúde está sendo reformada e os pacientes precisaram ser encaminhados a uma igreja e um centro comunitário da região. Alguns lugares sequer tinha uma farmácia.

Já em Salvador, só os postos foram fiscalizados, e uma das unidades visitadas pelos promotores de Justiça Rogério Queiroz e Rosa Atanázio não contava com nenhum médico ou dentista. Outra estava com dois consultórios fechados por problemas estruturais.

“É fato que os recursos públicos não estão sendo aplicados da forma correta. Por isso é importante a visita, para uma fiscalização mais rigorosa. E o compartilhamento da base de dados vai aprimorar a rede de fiscalização, com o objetivo de combater a corrupção e o desvio de verbas”, afirmou Adriano Marques.

Foram aplicados formulários e questionários nos locais visitados, documentando a situação de todos os estabelecimentos. Que serão lançadas no banco de dados do ‘Programa Milênio’, gerando um relatório que vai ser, depois, encaminhado aos órgãos responsáveis, como as secretarias municipais e estaduais de Educação, segundo Marques.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *