Marcelo Chamusca como o ‘rei do acesso’

O novo técnico do Vitória, Marcelo Chamusca se auto intitula como o “rei do acesso”, depois que ele levou o Salgueiro-PE em 2013 da Série D para C, o Guarani da C para B em 2016, e na temporada passada que comandou o Ceará para a elite do futebol nacional.

“Falo brincando que não é nem o senhor dos acessos. Algumas pessoas me chamam de rei do acesso, mas digo que sou o legitimo rei do acesso porque consegui subir em todas as divisões. Mas não me sinto envaidecido por isso. Muito pelo contrário. Em todo lugar que vou, quando vou dar palestra, colocam esse êxito que sou o único treinador no Brasil que conseguiu. Para mim, isso aqui é um cartão de visitas para os jovens profissionais. Consegui crescer começando na Série D e chegando na Série A sem nenhum tipo de influência, mas só com a minha competição. Sou muito mais orgulhoso disso, servindo de exemplo aos jovens, que um dia como eu começaram com 27 anos, que qualquer outra situação. A gente mede as pessoas pelo seu currículo. Isso é notório. Quando tem currículo positivo, faz com que seja interessante inclusive para utilizar com os meus jogadores no vestiário. É um exemplo de sucesso para as pessoas possam seguir”, afirmou.

Em 2019, Chamusca tem como a principal missão, reconduzir o Vitória para a Série A do Campeonato Brasileiro. O time rubro-negro ainda irá disputar o Baianão, Copa do Nordeste e Copa do Brasil.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *