ACM Neto: Salvador e o futuro

(artigo do prefeito)

 

Em transformação, cidade constrói seu futuro sem esquecer seu passado; investimentos em turismo e inovação são destaques

O presente projeta o futuro. A colheita de amanhã depende da semeadura de hoje. Mas os frutos já brotam nesta terra chamada de Kirimurê pelos seus primeiros habitantes, os índios tupinambás.

Fundada por Tomé de Souza em 1549 para ser a primeira capital do Brasil, a Cidade de São Salvador da Baía de Todos-os-Santos chega aos 470 anos ingressando num novo círculo virtuoso com um destino promissor.

O futuro é auspicioso para uma cidade que organizou suas finanças. Com as contas arrumadas, tornou-se possível investir na transformação de Salvador, melhorando a sua infraestrutura e as condições de vida de seu povo.

Quando hoje todo o Brasil se vê diante da urgência de buscar o equilíbrio fiscal, a nossa capital se antecipou e dá exemplo de responsabilidade, com gastos sob controle, recursos em caixa e capacidade de investimento.

Com planejamento e priorizando aqueles que mais precisam, Salvador vai superando índices negativos e descartando rótulos como o de “capital do desemprego”. A maior recessão econômica da história do Brasil não freou o progresso da Cidade da Bahia nesses últimos anos.

O desafio de vencer essa adversidade impôs a necessidade de estratégias que evitassem o aprofundamento de nossas desigualdades sociais.

O programa Salvador 360 é a bússola que nos guia para o futuro. Abordando a cidade sob todos os ângulos, essa iniciativa da prefeitura traça metas e ações que já transformam a realidade de nossa urbe e delineiam um alvissareiro porvir para a nossa população.

Estamos recuperando a nossa vocação turística. As nossas joias estão sendo restauradas. O Centro Histórico e o território de identidade da Cidade Antiga, que abrange o Comércio e a Avenida Sete, estão sendo revitalizados. Salvador constrói o seu futuro sem esquecer o seu passado.

Um novo Centro de Convenções começa a surgir para dinamizar a atratividade turística, integrado a nossa nova orla que vem se transformando na mais bela do país: de São Tomé de Paripe a Stella Maris, com intervenções que destacam o esplendor da beleza da Ribeira, da Barra, do Rio Vermelho e de Itapuã.

Os novos tempos apontam para novos meios de produção. Inovação, empreendedorismo e conexão são palavras-chave dessa nova era que já fazem parte do vocabulário soteropolitano. O Hub Salvador é o ambiente criado pela prefeitura para a gestação das startups made in Bahia.

Salvador está em sintonia com o futuro e abraçada com sua gente. Afinal, como canta Caetano Veloso, “gente é pra brilhar!”. Numa terra abençoada por Nossa Senhora da Conceição e o Senhor do Bonfim, não cabem mais abissais desigualdades.

No presente, a prefeitura investe mais de 76% de seus recursos nas áreas mais carentes para aplacar os problemas sociais de nossa cidade. São verbas alocadas nos setores de educação, saúde, habitação, infraestrutura e assistência social.

O objetivo é um futuro onde não haja crianças fora da escola, ninguém morra em filas para obter um atendimento médico, sejam dignas as condições de moradia e os cidadãos de Salvador possam viver em paz e  tranquilos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *