Mulher que venderia o filho afirmou ter sido estuprada

A Mãe Maria Roque Rocha, presa por tentar vender filho de 12 anos na Bahia, disse à polícia que iria vender o garoto porque tinha raiva por ele ser fruto de um estupro.

O homem suspeito de negociar a compra da criança  é um idoso de 71 anos, que foi preso no final da tarde desta terça-feira (15), em Botuporã, sudoeste baiano. E de acordo com a polícia, ele já tinha passagem por posse ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.

De acordo com o delegado e coordenador regional da Polícia Civil, Alexandre Haas, que investiga o caso, Maria afirmou ser revoltada também com sua mãe, e a polícia não tem informações de quem teria a estuprado.

A mulher havia combinado de vender o filho esta sexta-feira (11), na rodoviária de Santa Maria da Vitória, onde ela abandonou o filho e saiu. Maria ainda contou que receberia R$ 5 mil na rodoviária e os outros R$ 65 mil quando o garoto chegasse no país asiático.

O delegado, no entanto, contestou a versão da mulher e afirmou que a história de que ele seria levado para o Japão foi um pretexto que o aliciador inventou para iludir o menino. O garoto é filho único e está na casa de um tio. Ele será acompanhando pelo Conselho Tutelar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *