Médicos formados no Exterior

Os profissionais formados em medicina no exterior, sem o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida), só poderão atuar no programa Mais Médicos, fora isso, para atuar no Brasil é necessário que tenham a revalidação.

“Há uma demanda muito grande de médicos brasileiros formados no exterior e também estrangeiros que se formam no exterior, em seus países e vem ao Brasil. Todos eles poderão atuar neste momento no programa Mais Médicos, mas obrigatoriamente todos eles devem fazer a prova do Revalida que é uma prova escrita, prática e ao passar, poderá atuar como médico mesmo fora do programa Mais Médicos. Se ele não passa, ele poderá atuar apenas no programa Mais Médicos”, disse o Ministro da Saúde, Gilberto Occhi, durante sua visita a São José do Rio Preto (SP).

As inscrições para a segunda etapa de seleção do Mais Médicos foi iniciada nesta terça-feira (11) e vai até sexta-feira (14). Neste momento, além de profissionais com registro em CRM no Brasil, podem participar médicos que não revalidaram o diploma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *